Apresentação

A Fundação Assistencial dos Empregados da CESAN – FAECES é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar – EFPC, voltada à administração dos planos de benefícios dos colaboradores da Companhia Espírito Santense de Saneamento – CESAN. Criada em setembro de 1994, acumula grande experiência na gestão de planos de previdência complementar.

Além da administração de 2 (dois) planos de benefícios previdenciários, a FAECES faz a gestão de um Plano Assistencial, que tem por objetivo proporcionar assistência médica aos seus assistidos, dependentes e agregados de participantes e assistidos.

Assim, o maior objetivo da Fundação é manter uma gestão transparente e sempre em dia com as mudanças do cenário previdenciário, centrada naquilo que é mais importante para os participantes: a garantia do pagamento da suplementação de aposentadoria.

NOSSA HISTÓRIA

A criação da FAECES foi aprovada em 20 de setembro de 1994.

Em 25 de abril de 1995, a Fundação iniciou oficialmente suas atividades, tendo como objetivo principal a suplementação de aposentadoria concedida pelo INSS. Em dezembro daquele ano, o índice de adesão ao Plano de Benefício Definido foi de 99,61%.

Em janeiro de 1997, a FAECES também passou a operar o Plano de Assistência à Saúde FAECES – PLASS.

Em novembro de 2005, a então Secretaria de Previdência Complementar – SPC, hoje Previc, aprovou o Plano de Benefícios II, na modalidade de contribuição variável, em que o participante planeja sua aposentadoria definindo seu percentual de contribuição.

Ao longo dos anos, a FAECES tornou-se uma das mais importantes políticas de Recursos Humanos oferecidas pela Cesan aos seus empregados. Hoje, são muitos os anos de história que constatam o sucesso que é a Fundação.

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL

Conselho Deliberativo

É o órgão de deliberação e orientação superior da FAECES, cabendo-lhe fixar os objetivos e políticas previdenciais. Sua ação se exerce pelo estabelecimento de diretrizes fundamentais e normas gerais de organização, operação e administração.

Conselho Fiscal

É o órgão de controle interno da Entidade, responsável pela sua fiscalização, cabendo-lhe zelar pela sua gestão econômico-financeira e pelo cumprimento das disposições estatutárias, normas e legislações.

Diretoria-Executiva

É o colegiado responsável pela administração da Fundação, em conformidade com as políticas e diretrizes definidas pelo Conselho Deliberativo, devendo controlar e fiscalizar todas as atividades de seus agentes e representantes, elaborando normas para garantir o funcionamento da Entidade.